Roubaram minha ideia!

Porque profissionais que você considera medianos têm sucesso e você que é tão inteligente não acontece?


Você já sentiu aquela revolta em ver alguém utilizando uma ideia fantástica que você teve? Muito provavelmente você já deve ter pronunciado a frase:

“ROUBARAM MINHA IDEIA!”


E se reparar bem, até dá para perceber uma pontinha de inveja, raiva e ódio surgindo na sua mente como um grito silencioso:


“AGRRHH, ELE NÃO VAI DAR CONTA, É UM INCOMPETENTE!”


Mas quando você analisa com calma, percebe que a ideia foi bem desenvolvida. E se continuar observando, nota um sucesso florescendo, e os resultados vão muito além das suas expectativas.


“AH PODERIA SER EU SE ELE NÃO TIVESSE SE APROPRIADO DA MINHA IDEIA!”


Acontece que as respostas são simples.


Primeiro, encare a verdade: A IDEIA NÃO É SUA! A maioria das ideias surgem das necessidades, e o outro enxergando a mesma necessidade que você, poderá ter a mesma ideia, te conhecendo ou não. Ao longo da história, há vários relatos de ideias iguais ou muito parecidas, que surgiram em lugares totalmente diferentes.


Segundo: ESTA PATENTEADO? Existem leis que regulamentam a propriedade intelectual, alguns segmentos possuem regras mais rígidas. Mas para ideias de negócios por exemplo, vale quem sai na frente.  E mesmo que você tenha inspirado outra pessoa a desenvolver uma ideia genial, não existem leis que a impede de o fazer, caso não tenha patenteado primeiro. Até mesmo as convenções morais podem ser encerradas caso você por qualquer motivo não tenha colocado a ideia em prática.


Estas verdades, por mais duras que possam parecer, diferenciam pessoas de sucesso das pessoas que não desenvolvem. Tudo está na ação, na capacidade de realização.


É importante que você saiba que tomar uma decisão errada é melhor do que não tomar decisão nenhuma. As pessoas de sucesso não têm medo de decidir, e principalmente de agir. Todo bom gestor sabe disso, e toda empresa busca essa qualidade em seus dirigentes.


Até mesmo decidir não fazer é uma decisão. O profissional que não decide, segue à deriva do destino e perde o controle da própria vida. Assim, podemos afirmar que se alguém decidir colocar em prática uma ideia que você já teve, não a julgue.


A melhor coisa a fazer é uma autoanálise para saber o porquê de você não estar sendo mais rápido na tomada de decisão. Também não é aconselhável, que depois de alguém sair na vanguarda de um segmento, você queira tornar-se um concorrente, pois a menos que tenha, muito mais dinheiro, tempo e uma equipe melhor, você não só causará o insucesso de seu concorrente, como também causará o seu próprio infortúnio.


Portanto, se alguém foi mais rápido que você e decidiu agir, não alimente a inveja ou entre em disputa. Na maioria da vezes a ideia é original, não um plagio da sua imaginação. Lembre-se, as ideias surgem da necessidade, e as soluções são desenvolvidas pelas experiências e criatividade daqueles que as empreendem. Assim, procure se associar ao empreendedor da ideia que você imaginava ser o dono, e caso não seja possível, tome isto como lição e aprenda a decidir e agir primeiro.


0 visualização

(14) 99810-9160

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube

2019 by CADENC