Como monitorar o sucesso de um negócio? Parte 3 (final)


Já observamos na primeira parte desta série que as informações não podem ser observadas isoladamente para tomada de decisão, sendo necessário observar os números da empresa como um todo, encontrando a correlação entre eles e ainda com o macroambiente da empresa.


Na segunda parte, discursamos sobre a importância dos atributos do negócio, ou seja, do posicionamento estratégico da empresa e como isso interfere na definição de metas e objetivos que permearão os indicadores de desempenho.


Nesta terceira e última parte vamos tratar da parte prática, uma vez que já conhecemos as preocupações técnicas que permitem a elaboração de indicadores mais efetivos e que também possibilitem melhores análises críticas.

Na prática, uma das maiores barreiras para a implantação, monitoramento e controle de indicadores que expressam o sucesso é a confiabilidade e conveniência das informações.


Confiabilidade porque a menos que exista um sistema de registro automático de dados protegidos de manipulação dos usuários, os dados tornam-se vulneráveis, podendo acarretar em interpretação indevida das informações e por consequência na tomada de decisões equivocadas.


Conveniência porque os sistemas de registro de dados precisam realizar suas aferições em tempo real e disponibilizar as informações em relatórios imediatamente se deseje analisar as informações. Com o dinamismo do mercado os gestores precisam das informações em tempo real, não podendo aguardar que a apuração de dados seja feita no momento em que sejam solicitadas, levando grandes prazos para compilação e confecção de relatórios. Principalmente se essa compilação e confecção de relatórios ocorrem manualmente.


Já deve ser óbvio que a melhor forma de se fazer a aferição de dados de modo rápido e confiável é através de sistemas eletrônicos e informatizados. Contudo, a escolha dos sistemas e métodos passa então a ser a grande chave para o sucesso.


É muito comum o uso de planilhas eletrônicas para registro de informações e produção de relatórios. Todavia, planilhas eletrônicas não são a melhor opção em termos de confiabilidade e conveniência das informações. Isso porque os dados podem ser manipulados manualmente e leva-se certo tempo para sua elaboração.


Quanto a escolha de um sistema ideal, dentre diversos fatores que implicam na escolha deve-se dar destaque à integração entre as áreas, ou seja, o mesmo sistema utilizado pelo RH deve ser utilizado pelas áreas de produção, contabilidade, financeira entre todas as demais da empresa, permitindo assim que as correlações entre as informações possam ser estabelecidas.


Uma última dica, e talvez a mais eficaz utilizadas atualmente, é a associação de uma ferramenta de bussines intelligence – BI, que conseguem compilar informações diversas e distintas em relatórios únicos permitindo que de modo seguro seja possível realizar análises críticas com bastante propriedade e tomar decisões de modo mais seguro.


Existem várias ferramentas de BI disponíveis no mercado, mas uma ferramenta bastante completa e que conhecemos bem e podemos indicar é o QlikView cujo link oficial do site é http://www.qlik.com/, lá vocês poderão conhecer mais sobre essa ferramenta e até baixar uma versão de avaliação.


O conceito de monitoramento do sucesso de um negócio sobre o qual discursamos nestes três artigos, é bastante simples de se entender, mas na prática podem surgir dúvidas técnicas que dificultam sua implantação e utilização, e para isso nos colocamos a disposição para auxilio técnico através de nossos contatos.


Não perca tempo, consulte-nos sobre sua dúvida.

0 visualização

(14) 99810-9160

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube

2019 by CADENC