A vitória é de todos, o sucesso é para poucos.

Porque obter sucesso parece fácil na teoria, mas para muitos não acontece?


No Brasil, muita coisa mudou nos últimos 20 anos. Mesmo estando longe dos padrões de países desenvolvidos, muitas conquistas foram realizadas no cenário socioeconômico. E mesmo com um crescimento muito pequeno e economia fraca. Podemos afirmar que o mercado da década de 90 é muito diferente do mercado atual.


Este fato impacta diretamente na carreira de quase todos os profissionais. Isso porque o desenvolvimento social permitiu o acesso a formação profissional, facilitando a introdução dos jovens ao mercado de trabalho e aprimorando os conhecimentos técnicos dos profissionais mais experientes.


Bom, então se há mais profissionais capacitados no mercado, e se o acesso ao mercado de trabalho ficou mais fácil, significa que mais profissionais estão alcançado a popular expressão “vencer na vida”? Certo?

DEPENDE!


Depende porque antes precisamos definir o significado da vitória que compõe essa expressão.


Em uma visão crítica, fundamentada no confronto das teorias Humanismo X Comportamentalismo, e observando apenas o cenário profissional, atribuímos à expressão “vencer na vida” dois significados. Mas primeiro vamos tomar como sinônimo para a expressão “vencer na vida” a palavra sucesso, e então analisar:


O sucesso como a conquista de um objetivo profissional muito difícil, tornou-se uma ocorrência mais comum, pois os profissionais possuem mais recursos, mais conhecimento e mais oportunidades.


O sucesso como a conquista da capacidade de alcançar frequentemente diversos objetivos, ou ao menos sustentar o objetivo profissional conquistado, já é algo muito mais raro de acontecer, pois depende de diversos fatores externos.


Quantos jovens conhecemos que conseguiram cursar uma faculdade e conquistaram uma posição de destaque como profissional em suas áreas? Quantos profissionais, conseguiram empreender e criar novos negócios com ideias admiráveis?


Não, não precisam listar, são muitos vai perder o foco em terminar de ler este artigo.


Agora, quantos deles permanecem em suas posições de destaques ou com seus empreendimentos em atividade plena e lucrativa?


É! agora essa enorme lista ganha um filtro que a diminui para um número muito menos expressivo.


Nem todo trabalhador motivado, honesto e organizado consegue “vencer na vida”, e muitas vezes quem acredita ser um profissional super-herói acaba voltando para sua posição anterior e ainda com uma imensa carga de frustração no currículo.


O sucesso deve ser encarrado como algo contínuo, uma sequência sem fim de vitórias. Com isso, concluímos ser muito mais importante do que vencer é sustentar estas vitórias. Portanto, Não tenham pressa em vencer, avaliem muito bem suas escolhas, o mercado e principalmente as pessoas e empresas que podem interferir em sua carreira.


Corra para linha de chegada, mas corra com qualidade. Disparar com todas as suas forças para sair na frente e abrir vantagem, provavelmente irá esgotar suas energias e recursos, e mesmo que consiga completar o percurso entre os primeiros, lesões poderão surgir, prejudicando com o tempo o seu desempenho em outras maratonas. E seus patrocinadores são implacáveis e preconceituosos.


Haverá sempre opções mais jovens, mais experientes, mais comerciais, com melhores empresários, mas sempre opções sem lesões.


Por mais incríveis que sejam os seus resultados e experiências, dediquem-se a continuidade com o mesmo afinco que se dedica a cada etapa. Mesmo que isso signifique ir mais devagar e contentar-se com um 3º ou 4º lugar. Grandes resultados normalmente estão acompanhados de riscos, e negligenciar os impactos deste riscos pode fazer com que todas as suas medalhas de ouro se tornem apenas objetos de decoração ou uma lembrança histórica.


Conquistar um objetivo é apenas uma vitória, o sucesso é frequente e permanente.

0 visualização

(14) 99810-9160

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube

2019 by CADENC